• Impressões de uma yogini grávida

    A prática durante a gravidez nunca é igual à que faziamos antes de começar esse processo. Ela pode variar bastante, tendo em conta a idade, o estado físico e psicológico do momento, a estação do ano, o país onde nos encontramos, as identificações do ego, o próprio espaço, entre outros fatores.  


    Rute Pinho


  • Manter externo o que é externo

    Temos uma recomendação muito importante que nos vem da Bhagavadgītā, nas palavras de Kṛṣṇa, bahyaṁ sparśaṁ bahiḥ kṛtvaṁ: “mantenha externo aquilo que é externo”. Rigorosamente falando, tudo é externo. Mas Kṛṣṇa faz essa precisão no sentido de nos ajudar a não internalizar, não trazer para dentro de nós, coisas que inadvertidamente possamos carregar, sem necessidade.  


    Swami Dayananda Saraswati


  • Arte sagrada hindu

    Dizer arte sagrada, no contexto do hinduísmo, é um pleonasmo. Digo pleonasmo pois, na cultura antiga da Índia não há arte que não seja sagrada. Não há forma de arte que não tenha o propósito de revelar algum dos múltiplos aspectos do divino e, ao mesmo tempo, um caminho para mokṣa, a libertação. Cada forma artística funciona como um espelho que aponta para as infindáveis manifestações do Criador.  


    Pedro Kupfer


  • Ásana: o que há num nome?

    Compreendendo o que fomos, entendemos o que somos. Compreender o passado é uma forma de entender o que significa a vida no presente. Dessa forma, um aspecto do valor dos mitos aos quais aludem os nomes dos āsanas é enriquecer o presente do praticante convidando-o para manter vivos em sua memória os feitos dos yogis, de maneira que suas trajetórias nos inspirem no presente.  


    Pedro Kupfer


  • Meditação da Expansão

    Quando compreendo que sou a consciência que já estava desde antes da mente e do desejo, que permanece durante e que fica depois, que estava desde antes do corpo, que está no corpo agora, e que permanece depois, que estava antes do prāṇa, que está na vitalidade agora, e que fica depois, aquilo que chamo de minhas preocupações se reduz até a insignificância.


    Pedro Kupfer


  • Brahman como o Homem Cósmico (Chandogya Upanishad)

    “Ó filho de Upamanyu, sobre que Ser você medita?” Ele respondeu: “Apenas sobre o Céu, venerável rei”. “O Ser sobre quem você medita”, disse o rei, “é Vaiśvānara, a soma de todos os seres do universo, chamado Sutejas (Boa Luz)".


    tradução por Pedro Kupfer


Primeira < 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 > Última

Cursos

  • Formação em Yoga :: Ubatuba

    com Pedro Kupfer
    Ubatuba, SP, Brasil
  • Formação em Yoga :: Módulo III :: Muṇḍakopaniṣad

    com Pedro Kupfer
    Ubatuba, SP, Brasil
  • Yoga e Vedānta na Índia

    com Ângela Sundari e Pedro Kupfer
    Tiruvannamalai e Rishikesh, Índia
  • Formação em Yoga :: Portugal, Módulo I

    com Pedro Kupfer
    Ericeira, Portugal
  • Cursos, Viagens e Eventos

    com Pedro Kupfer
    no Brasil, em Portugal e na Índia