Vedānta é a solução para o problema que surge quando me vejo como um mortal imperfeito, sujeito a várias limitações. Essa é a conclusão à qual cada indivíduo chega ao julgar precipitadamente. Vedānta é o ensinamento que resolve este problema. Na visão do Vedānta, você é a solução para o problema que você sofre. "Eu sou Brahman, a totalidade " é Vedānta. Portanto, Vedānta é a solução.

 

\\\

 

Vedānta não oferece uma solução. A solução é o Vedānta. Onde quer que haja uma solução, essa solução é o Vedānta. A solução só pode ser na forma de "Eu sou a totalidade. Eu sou livre." Qualquer coisa que se revela neste pedaço particular de conhecimento é Vedānta, é o que se pode dizer. Porque Vedānta é o conhecimento encontrado no final dos Vedas e é chamado Vedānta (anta quer dizer "fim").

 

O Veda é um corpo de conhecimento proferido de uma geração para outra. Ele não tem autoria, uma vez que não foi dada autoria a qualquer indivíduo. É um corpo de conhecimento que foi revelado aos antigos sábios que, por sua vez, foi entregue para a próxima geração, que o entregou para a próxima e assim por diante, até ao nosso tempo.

 

Esta linhagem é chamada karna-paramparā em sânscrito, significa "de orelha a orelha." O conhecimento é ouvido através de um par de orelhas e por ter sido preservado é passado para outro par de orelhas e desta forma, todo o Veda é mantido intacto.

 

O Veda é dividido em quatro volumes: Ṛg, Yajur, Sama e Atharva. Estes quatro Vedas são novamente divididos em duas partes, separadas por assunto. A primeira parte de cada um dos Vedas é chamada de karma kaṇḍa. A última parte é chamada jñāna-kaṇḍa.

 

Karma-kanda é a seção que trata de rituais e orações, enquanto o jñāna-kaṇḍa lida apenas com realidades - a natureza do eu, o mundo e Deus; como esses três estão interligados e se existe uma diferença entre eles ou não. Este conhecimento das realidades liberta a pessoa porque a visão védica é que você é a totalidade e não há diferença alguma entre você, o mundo e Deus.

 

O ensino é geralmente na forma de um diálogo entre professor e aluno. Um diálogo particular, ou vários diálogos juntos, compõem uma Upanishad. Portanto, Vedānta é também conhecido como Upanishad, que forma o corpo de conhecimento e que é a solução para o problema humano fundamental.

 

E é por isso que nós não dizemos que o Vedānta oferece a solução. Nós dizemos que a solução é o Vedānta porque a solução está na forma de conhecimento, que é o Vedānta.

 

Om tat sat!

 

 

    COMENTÁRIOS

    Comentar artigo

  1. Patricia

    É tudo que eu preciso! Queria aplicar em minha vida!
    Responder


  2. Patrícia

    Hari Om.

    Gosto muito desse site e uso para meus estudos!

    Agradeço a todos os que possibilitam o acesso!


    Responder


  3. Fabio

    As salamu alaikum, amigos!

    Muito bom esse texto. Mais claro, impossível! Estou escrevendo porque quis elogiar o site. É muito bonito, com uma energia ótima! E tem essa clareza e simplicidade que vem de quem está habituado a buscar a verdade em tudo, sempre a mais construtiva das atitudes.

    Vocês devem saber que as verdades enunciadas pelo Vedanta são esotéricas nos monoteísmos semitas, claro. No entanto, estão todas elas presentes. É uma alegria imensa perceber o que Fritjhof Schuon chamava de "a unidade transcendente das religiões"! Possamos todos atingir esse conhecimento, o mais alto e digno desse nome!

    Feliz 2012 para todos!


    Responder


  4. Jaque

    Namastê
    Responder


  5. Adriane kassis

    Om tat sat!!!!


    Responder